Como melhorar a sua comunicação interpessoal.

A habilidade de se comunicar é uma das mais importantes na vida do ser humano. A comunicação interpessoal, ou seja, entre você e quem está por perto, independente do vínculo, é fundamental para a criação e manutenção das relações humanas. Seja na vida pessoal ou profissional, ela estará sempre presente. O melhor é que como outros aspectos e capacidades do ser humano, a comunicação interpessoal pode ser desenvolvida e usada a seu favor e de quem está próximo. Como? É o que você aprenderá nas próximas linhas.

Faça uma autoanálise

Pare para observar as reações das pessoas quando você fala com elas. Pergunte-se:

  • As formas de se comunicar com elas, em todos os níveis, de clientes, passando pelo chefe, amigos e chegando nos familiares como são? Estão boas? Como você se comporta com cada uma delas?
  • Como as pessoas enxergam você?
  • Você está satisfeito com as suas relações interpessoais?

Todas essas perguntas ajudarão a fazer uma autoanálise e identificar pontos fracos na sua comunicação interpessoal. As pessoas não são todas iguais e essas diferenças podem levar a falar de uma maneira com umas e de outra com as demais e isso não é nada bom para o bom convívio no trabalho, por exemplo, além de não ser indicado para um(a) comunicador(a).

Cuidado com o tom de voz

Esse é um ponto fácil de passar batido na correria do dia a dia, principalmente em ambientes de trabalho cheios de estresse, pessoas e atividades diversas. Em casa, com a família e a junção de todos os fatores do emprego, o tom também pode pecar. Porém, esse é um ponto crucial para uma boa convivência e comunicação interpessoal. Confira como melhorar:

  • Atente-se a sua voz durante conversas de todos os tipos, desde as tensas até as descontraídas;
  • O tom errado pode passar a mensagem errada para quem está ouvindo. Portanto, analise o que você quer transmitir para a pessoa antes de começar efetivamente a falar;
  • Todo cuidado é pouco com a altura da voz. A depender do momento verifique se não é melhor manter um tom neutro, calmo e uma dicção que faça com que as pessoas entendam. Ou, verifique se naquele momento é necessário maior impostação da voz, com maior força.

Respeito é bom e todo mundo gosta

Cada pessoa reage e enxerga as situações de maneiras distintas. Entender isso é a única forma de garantir o respeito com os outros e com você mesmo. Quem não respeita, acaba não sendo respeitado e o resultado disso não ajuda em nada na comunicação interpessoal. Comunicar é se relacionar, é se expressar, é entender, é compreender, é trocar, é aceitar e é respeitar. Portanto, fique atento aos seguintes pontos:

  • Tenha bom senso. Se uma pessoa está sendo indelicada, procure manter a calma. Tente entender o que está acontecendo e nada de responder na mesma altura, principalmente se for um cliente, colega de trabalho ou até seu chefe;
  • Ouça tudo o que o outro tem a dizer até o final, assimile antes de dar uma resposta e tenha cuidado com o que irá dizer;
  • Evite discussões e atritos sem sentido. Se alguém estiver muito nervoso ou estressado, sugira uma conversa em outro momento e tente orientar a pessoa com calma e clareza. Respeite aquele momento, nunca se sabe pelo que as pessoas estão passando em suas vidas.

Com esses cuidados, além de melhorar a sua comunicação interpessoal e o seu relacionamento com as pessoas, você ainda ajuda a educar o outro indiretamente. Ele(a) entenderá sua atitude como um auxílio e reconhecerá seu erro, auxiliando, inclusive, no ganho de confiança. A busca será agir com consciência.

Aprenda a ouvir e crie empatia

Esses são dois pontos que devem caminhar lado a lado. Em linhas gerais, a empatia se refere ao ato de se colocar no lugar do outro, de criar identificação intelectual e afetiva com alguém. Também pode se referir à habilidade de saber se conectar com o outro no que diz respeito a seus sentimentos e desejos.

Um sorriso, o oferecimento de um ombro amigo, a compreensão, a gentileza, todas são formas de criar empatia. Inclui-se aí a capacidade de aprender a ouvir. Quando você se mostra positivo e aberto à conversa, a empatia acaba acontecendo naturalmente e a sua comunicação interpessoal e relacionamentos só têm a ganhar com essas atitudes.

Coloque em prática

Tudo o que analisou e descobriu durante a melhora da sua comunicação interpessoal precisa ser posto em prática e aprimorado constantemente. Só assim, serão criadas de fato boas relações e, claro, uma boa comunicação. Você já usa algum desses recursos na sua comunicação interpessoal? Compartilhe aqui nos comentários sua experiência e dúvidas. Elas poderão ajudar outras pessoas e serão muito bem-vindas. Até logo!

Comentários

comentários


Leave a Reply

Your email address will not be published.